Tag Archives: filme lésbico

A Curiosidade Mora ao Lado… Bem ao Lado…

10 jul
Ruth Reynolds e Madeline Merritt no The Guest House

The Guest House – Lesboteca

Oi meninas! Tem filme “novo” na área!

O filme The Guest House é um filme de 2012, com as atrizes Ruth Reynolds e Madeline Merritt.

Amy, interpretada por Madeline Merritt, muda-se para a casa de hóspedes do chefe dela e faz amizade com sua filha Rachel, interpretada por Ruth Reynolds. Rachel é um par de olhos grandes e azuis, gótica e com 18 anos a caminho da faculdade, querendo ser cantora/compositora. Amy é um pouco mais velha e ainda tenta encontrar seu propósito no mundo, utilizando sua sexualidade feminina para chegar à frente.

Rachel apaixona-se pela confiante Amy, apesar de, a princípio, não ser claro que alguma das duas seja lésbica ou que o romance chegará a algum lugar.

 

 

A proposta do filme é ser um filme leve sobre primeiras descobertas entre mulheres que se apaixonam. Até ai nada mal, já vimos filmes bons com essa mesma proposta, mas…..

O filme é um filme lésbico adolescente.. Quando eu digo adolescente, quero dizer ADOLESCENTE!

O filme começa com o ritmo lento e promissor no início,  mas no meio do filme, a história perde o fio da meada e você pode adivinhar o final. As cenas lésbicas são sensuais, mas puxam para um lado “porn”.. E não é nem “good porn”.

Como grande parte dos filmes lésbicos, o The Guest House deixa a desejar em termos de roteiro… Mas não para por aí, deixando a desejar também em termos de atuação, fotografia, entre outros.. Parece desde o começo um filme caseiro de baixíssimo orçamento.

Sinceramente, o roteiro parece escrito por um homem hétero e às vezes beira uma conotação de pornô lésbico feito por homens e para homens, ou seja, além de tosco, eles não tem a mínima noção de como seria duas mulheres se conhecendo e muito menos se descobrindo. Não me surpreendi ao ver outros filmes que o escritor e diretor de The Guest House fez, vão todos mais ou menos nessa linha.

O que me espanta é que o filme foi produzido pela Wolfe, uma das maiores produtoras americanas de filmes LGBT, responsável por filmes como Kiss Me, Desert Hearts, And Then Came Lola, Elena Undone, April’s Shower, dentre outros muito superiores!

O filme vale??

Bom, só se você for adolescente e tem que assistir só por conhecimento de filmes lésbicos.

Agora, se você espera um filme bom, não assista. A história é terrível e previsível, a qualidade da produção é triste, para dizer o  mínimo…

Mas, pedido atendido, meninas!

Podem achar o filme buscando por The Guest House 2012 DVDRip Xvid UnKnOwN

Legendas aqui

Até a próxima!

Beajs!

 

Vive La Reine!

20 jun

Imagem

Meninas!!! Long time no see!!!

Desculpem abandoná-las novamente, mas tinha muita coisa acontecendo.

Estava em cartaz com uma peça de teatro, então eram ensaios e apresentações. Isso em paralelo com o trabalho e com o conto que contribuo para o ABC Les. Mas não pensem que eu não estava pensando em vocês.

Na verdade andei um tempo desatualizada dos novos lançamentos temáticos que estavam rolando por ai, fui em busca de coisas mais novas para disponibilizar para vocês!

Entre 2012 e 2013 tiveram vários lançamentos de novos filmes. Consegui obter uma lista dos últimos filmes lançados. Como são novos ainda, nem todos estão disponíveis com legendas ou até mesmo para download, mas conforme eu for encontrando, posto aqui.

O filme de hoje ficou duas semanas em cartaz em São Paulo durante uma exposição de cinema francês.

Le Adieux a la Reine ou Farewell, My Queen (2012).

O filme é baseado no livro de mesmo nome, que conta os últimos dias de Maria Antonieta, aquela dos brioches, e  mostra de maneira sublime a relação entre a rainha Maria Antonieta e uma de suas leitoras durante os primeiros dias da revolução francesa.

Maria Antonieta era a esposa do rei Luís XVI, deposto da monarquia em 1792, foi uma figura histórica importante e assunto de vários livros e filmes. Já foi interpretada por Kristen Dunst no filme Maria Antonieta de Sofia Coppola em 2006.

Após o início da revolução Francesa, toda a família real foi presa e julgada. Maria Antonieta foi condenada por traição e teve seu fim na guilhotina em outubro de 1793.

 

 

No caso de Farewell, my queen, a história começa em julho de 1789, no estopim da revolução. Afastada do tumulto, Maria Antonieta morava no Chateau de Versailles junto com seu marido, rei Luís XVI. Maria Antonieta continuava a viver sua vida despreocupada, mas a notícia da queda da Bastilha tomou a todos com pânico e os aristocratas abandonaram a família real. Mas Sidone Laborde, uma jovem leitora da rainha, não teve coragem de abandonar sua amada rainha, não desertando Maria Antonieta em nenhuma circunstância. Sidorne faz tudo por sua rainha e sente ciúmes que Maria Antonieta é apaixonada pela duquesa Gabrielle de Polignac. Sidorne continua a servir sua rainha e realizar todos os desejos e fantasias infantis de Maria Antonieta,  sem imaginar que aqueles são os últimos dias que passarão ali.

images

Quem assina o filme é o diretor francês Benoît Jacquot e conta com Diane Kruger, a Helena do filme Tróia, como a louca rainha Maria Antonieta.

 

Disponível torrent com a descrição Farewell.My.Queen.2012.720p.BluRay.x264-GECKOS [PublicHD] (Piratebay). Caso tenha alguma dificuldade clique aqui.

Legendas aqui

 

J’espère que vous l’aimez

 

Beajs!

 

 

Descobrindo as Amarras

9 mar

mango-kissSábado lindo hoje, meninas!!

Aproveitando o fim de semana lindo, decidi postar, mas fiquei um bom tempo sem saber que filme postar. Recebi a lista de todos os últimos lançamentos, mas ainda não deu tempo de assistir. Optei então por um filme polêmico de 2004.

Por que polêmico?

O filme de hoje fala de relacionamentos poligâmicos e sadomasoquismo.

Mango Kiss, conta  a história de Lou, Michelle Wolf (The 6 month rule, The 10 rules). Tudo na vida de Lou muda quando ela se apaixona por sua melhor amiga, Sassafras. De mudança para São Francisco, Lou conhece um novo e selvagem mundo de role-playing, dykes e relações poligâmicas de SM. O filme pretende ser uma comédia sobre como manter a sanidade em um mundo completamente diferente. Lou tenta se adaptar a tudo para conseguir estar perto de Sassafras e sujeita-se a situações em que não acredita muito.

Mango Kiss (2004)

 

A primeira vez que assisti esse filme eu era muito nova, tinha acabado de me descobrir e achei tudo um pouco confuso. Hoje enxergo com olhos diferentes, mas confesso que ainda não decidi o que realmente penso desse filme. rs

Se o filme é bom?

Acho que cada uma terá uma opinião diferente a respeito, de acordo com aquilo que acredita, mas com certeza é um filme inusitado.

Ganhador do Gold Medal for Excellence no Park City Film Music Festival em 2004.

Você pode achar o filme com esse nome no pirate: Mango Kiss (2004).avi

Legendas aqui!

 

Espero que gostem!

 

Beajs

Para rir, chorar, deleitar-se e continuar acreditando..

20 fev

Primeiro post filmográfico de 2013!

É, porvavelmente vai chover hoje.. rs.

Mil desculpas meninas, realmente me enrolei com tudo!

Trabalho novo, vida social/pessoal, ensaio para um novo desafio que me propus, ou me impus, não sei ainda.

Enfim, espero que me perdoem por demorar tanto em colocar filmes aqui de novo. Tenho acompanhado os pedidos que vocês colocam nos comentários e estou indo atrás dos filmes que me pediram.

Hoje não venho aqui falar de coisa nova..

Venho falar de um dos maiores “clássicos” da Lesbofilmoteca.

Não é um clássico porque tem um grande elenco, ou ganhou um Oscar, nem nada disso.

É clássico pelo simples fato de ser um dos primeiros filmes que toda lésbica assiste quando começa a procurar filmes sobre o assunto.

Adivinharam? Não? Então imaginem..

Imagine Eu e Você! Não é um clássico? Coloquei na categoria errada? Rs.

Não tinha falado desse filme ainda porque não é difícil encontrar e todo mundo já conhece. Diria que ele está em meus top 5! Sei que quase todas vocês já assistiram esse filme, mas eu reassisti e vale sempre a pena!

Para quem não viu ainda, ou só quer saber mais sobre o filme:

Imagine Me & You (título original) é de 2005 e conta com as atrizes Piper Perabo (Lost and Delirious, Coyote Ugly, preciso citar mais? Rs) e Lena Headey (300 e a deslumbrante Rainha Cersei de Game of Thrones.. Ufa!).

A história é um romance, do tipo mais fofo que tem. Tão fofo que não conheci ainda alguém que não gostasse do filme.. Se alguém não gosta, por favor se apresente, gostaria muito de debater..

Rachel (Piper) casa-se com Heck, um namorado apaixonado e ótimo recém-marido. Durante a recepção do casamento, Rachel conta com a ajuda de Luce (Lena), a florista responsável pelas flores do casamento de Rachel, para um imprevisto. Rachel gosta logo de cara de Luce. Acha-a simpática, agradável, engraçada… uma mulher interessante para conversar e ser amiga. Não esperava que ao se aproximar de Luce, iria questionar sua própria sexualidade, apaixonando-se pela florista. Rachel entra em um conflito. “What happens when an unstoppable force meets an immovable object?”.

Luce é a “unstoppable force” de Rachel, que em questão de um olhar, teve seu mudo completamente bagunçado por alguém que não queria lhe causar nada. 

Não vou falar mais nada a respeito. Definitivamente não consigo fazer um resumo que transmita o que sinto com esse filme.

Para quem ainda não assistiu, assista! Para quem já assistiu, reveja!

 

Tem dublado (infelizmente) no youtube:

 

Quem quiser assistir legendado, só buscar no torrent: Imagine.Me.and.You.LiMiTED.DVDRip.2006.XviD-DoNE.avi

Legendas aqui!

 

Esse filme tem as minhas quotes favoritas de todos os tempos..

Luce: I met this girl… but she’s with someone else. 
Ella: Does she love you? 
Luce: I don’t know… no… yes… but it doesn’t matter. 
Ella:  Oh… it’s all that matters.

Rachel: What does the lily mean? Luce: The lily means…  The lily means, “I dare you to love me”.

Rachel: In her acceptance speech, the distinguished scientist paid tribute to her husband, Dr. Chris Davis. Tomorrow the pair celebrate their 42nd wedding anniversary after eloping together on the day they met. When asked how they could possibly have known that it would all work out. Professor Harrison replied in true scientific fashion: “We don’t know, you can never be sure. But you take the plunge anyway. Sure is for people who don’t love enough.”

Rachel: You make me feel something I absolutely cannot feel.

Luce: Don’t forget me. 
Rachel: I won’t remember anything else.

 

Foi um dos primeiros filmes que assisti, espero que gostem tanto quanto eu.

Beajs

 

Não posso ser gay!!!

11 dez

Nunca Fui SantaOlá meninas!!

Alguma demora, mas muitas novidades, pelo menos sobre mim, nesse novo post.

Estou trabalhando!! E comemorando junto com vocês! Por isso, desculpem a longa demora a postar de novo.

Vamos lá!

O filme de hoje é uma comédia sarcástica, escrachada, que faz piada com os esteriótipos americanos.

O título original do filme é But I’m a Cheerleader, título em português Nunca Fui Santa.

Não é um filme novo, de 1999, e conta a história de Megan, a perfeita cheerleader americana. Chefe do squad, loira, namorada do famoso jogador de futebol americano do colégio. Tudo na vida de Meagan estaria perfeito, a não ser por um pequeno detalhe… Megan não sabe o por que, mas há algo errado em tudo que faz. Ela detesta beijar seu namorado, adora abraçar suas companheiras de equipe, só tem pôsters de garotas no quarto e no armário do colégio, mas ela inocentemente pensa que todas as garotas pensam que nem ela e que aos poucos ela vai começar a gostar de beijar o namorado e das coisas que todas as outras meninas gostam.

A fantasia de Megan chega ao final para ela quando seus pais e amigos concluem que ela “só pode ser gay”. Os pais então a enviam para um acampamento que promete a cura da homossexualidade. Megan não entende, afinal ela é uma cheerleader, não pode ser gay.. Ou será que pode??

Com muitas dúvidas, Megan chega ao acampamento acuada. Lá conhece Graham, e o conflito interno em que já estava torna-se ainda maior…

Será que ela vai conseguir aprender a ser hétero??

O filme é engraçado com um tom extremamente sarcástico e irônico. Ganhador de dois prêmios no Créteil International Women’s Film Festival.

Vale pelas atrizes Natasha Lyonne e a amazing Clea DuVall, além de contar com a oscar winner Michelle Williams no elenco!

Dá para assistir online no youtube aqui ou aqui!

Vão encontrar no torrent: But I’m a Cheerleader Xvid

Legendas aqui

Espero que gostem!

Beajs

And it hurts with every heartbeat..

14 nov

Oi meninas!

Acho que o post de hoje muitas de vocês vão gostar. Quem me deu a dica para postar esse filme foi uma amiga. Eu já tinha assistido, mas não lembrava da história toda.

O post hoje fala sobre um filme sueco de 2011 (segundo minha amiga, o filme ganha pontos só pelo fato de ser sueco.. rs). O título original é Kyss Mig, foi traduzido como Kiss Me (título original nos EUA) e como With Every Heartbeat, título alternativo, que faz referência a música homônima, presente na trilha sonora do filme, da cantora e compositora sueca, Robyn.

O filme começa contando que Lasse e Elizabeth irão se casar. Lasse é pai de Mia e Elizabeth é mãe de Frida. Elas se conhecem no noivado dos pais. Mia não vê o pai há algum tempo. Mia é uma mulher de 30 anos, apaixonada pelo namorado/noivo e com um comportamento um pouco infantil. Ela chega para a festa de noivado para conhecer a futura esposa de seu pai e sua nova família. Frida tem a mesma idade de Mia, mas com um espírito bem mais livre e uma maneira de levar a vida bem mais leve. Frida acha Mia sisuda e diverte-se com deixar Mia desconfortável.

As duas viajam para Fyn junto com a mãe de Frida. Durante a viagem as duas começam a se conhecer melhor. Ao longo da estadia no chalé, Mia fica intrigada com Frida e se assusta de ter conhecido alguém que bagunça suas idéias, se sente atraída por Frida e ao mesmo tempo quer afastar-se dela.

Ao desenvolver da história, mostra a luta de Mia com o que sente, o medo dela pelo que sente e a dúvida em relação a seu pai, Tim, seu noivo, e Frida.

O filme é bom. Eu particularmente gostei das cores, a proximidade das personagens (o que as vezes diz mais do que qualquer diálogo), as emoções retratadas pelas duas partes do relacionamento..

Não é um romance no estilo americano, o filme tem um ritmo diferente para quem está acostumado com filmes americanos, o que deixa o filme leve.. Vai na mesma pegada de Fucking Amal.

A história lembra MUITO VAGAMENTE Imagine Eu e Você.

Sim, segue mais ou menos a mesma trama.. Menina conhece menina, menina se apaixona pela menina, menina entra em negação pelo que sente e.. (não vou falar mais para não estragar o filme), mas achei esse filme mais do que uma história de amor lésbico.

A dinâmica apresentada das famílias das protagonistas, a realidade de que viver qualquer relacionamento, não só o amoroso, não é nada fácil. Esse ponto é apresentado pela personagem Mia e por seu pai, que tem que criar coragem para pegar os pedaços do que é a sua relação com sua filha.

Vale a pena assistir também pela interpretação das atrizes Ruth Vega Fernandez (Mia) e  Liv Mjönes (Frida).

Vocês vão encontrar no torrent: Kiss Me [Kyss Mig].2011.SUBBED.DVDRip.XviD-FiCO

Legendas aqui e aqui.

Espero que gostem.

Beajs

All The Things She Said

23 out

Hey girls!

O filme de hoje tem uma espera especial… Esse filme foi lançado em 2011 e era praticamente impossível achar com qualquer tipo de legenda que fosse…

Finalmente consegui o filme com legendas em português (graças ao blog sem preconceitos!).

O filme chama You and I. O título é por causa de uma música da banda t.A.T.u. e o filme também gira em torno de duas meninas que se conhecem por serem fãs da banda.

Para falar um pouco do filme, vamos por partes..

Acho que todas sabem quem é t.A.T.u., não? O fenômeno lésbico teen dos anos 2000.. Mas tudo era uma jogada de marketing.

O grupo surgiu em 1999, criado por um ex-psicólogo que queria ser diretor de videoclipe. Como não conseguiu ninguém para dirigir, Ivan Shapovalov criou sua própria banda.

Inicialmente a idéia só incluia Lena (a ruiva), que já vinha de uma família ligada com música, mas Ivan queria mais alguém para ser a imagem da banda junto com Lena. Yulia (a morena, obviamente..rs) entrou no grupo após participar de uma grande seleção.

Yulia e Lena já se conheciam de um outro grupo, o Neposedy,do qual Yulia fazia parte, mas foi expulsa aos 14 anos por fumar, beber e “bulinar os coleguinhas…

Depois desse encontro entre as duas já no estúdio, Ivan passou a explorar a imagem das meninas para vender o seu produto.

A banda se tornou um fenômeno de marketing no mundo pop, explorando a imagem da amizade entre duas garotas, que foi interpretada como garotas lésbicas. O primeiro single da banda, o Ya Soshla S Uma (All The Things She Said, em inglês), ficou em 4º lugar no “Much Music 50 Most Controversial Videos” (os 50 vídeos mais controversos da Much Music) e foi sucesso nos EUA, ficando em 20º lugar na Billboard Hot 100. A repercussão maior porém não foi pela música, mas sim porque o videoclipe mostrava imagens das duas meninas trocando carícias e se beijando. Isso gerou até uma campanha por parte de apresentadores da tv britânica, que queriam banir o vídeo da televisão alegando que incentivada os pedófilos por causa dos uniformes colegiais e as meninas novas se beijando. O CD vendeu mais de um milhão de cópias, um fenômeno para a música russa.

Para refrescar a memória:

Após 10 anos de carreira, a banda se separou oficialmente. Em fevereiro de 2011 deram a notícia que iriam se separar após o lançamento do filme You and I.

Agora falando do filme e da protagonista, o filme conta a história de Lana e Janie, duas adolescentes que são de mundos bem diferentes e se conhecem em um fan site da banda t.A.T.u. Janie, interpretada pela até então desconhecida Shantel VanSanten, é uma adolescente americana que foi morar em Moscou após a transferência do pai para a Rússia. Lana, interpretada pela eterna Marissa Cooper, Mischa Barton, é uma menina adolescente muito bonita e que vive em uma cidade pequena, onde não existe perspectiva nenhuma.

Entre as duas personagens surge uma ligação afetiva, que vai em um crescendo junto com o filme e conforme elas enfrentam problemas com um mundo de abuso, drogas e obsessão.

O filme é bem teen… um teen obscuro…

As protagonistas do filme são Shantel VanSanten, que era desconhecida até participar do projeto e hoje está em One Tree Hill, e Mischa Barton.

Esse é o terceiro papel lésbico da Mischa. Ela interpretou Katie Singer em Once and Again, onde fazia a melhor amiga por quem a Evan Rachel Wood se apaixona, e a famosa Marissa Cooper do The O.C., onde fez par na segunda temporada com a belíssima Olivia Wilde.

Dá para assistir o filme online no youtube aqui.

Para quem não conseguir, a “surpresa” fica nos beijinhos de hoje.

Espero que gostem.

Beajs

A Arte

17 out

Olá meninas!

Tentando voltar ao ritmo dos posts aqui no blog, hoje trago um filme que assisti há uns 6 anos atrás pelo menos.

O filme se chama High Art ou Retratos Sublimes, conhecem?

O filme é de 1998 e é estrelado pelas atrizes Ally Sheedy (O Clube dos 5, Welcome to the Rileys) e Radha Mitchell (Silent Hill, Amor e Outras Catástrofes, Em Busca da Terra do Nunca). Começando bem já no elenco, o filme conta a história de Syd (Radha Mitchell), que vive com seu namorado em um pequeno apartamento. Certo dia Syd se depara com sua vizinha Lucy (Ally Sheedy). Lucy é uma fotógrafa que largou a profissão há 10 anos, quando enlouqueceu com o sucesso. Syd, que é uma assistente em uma revista de moda, fica intrigada com Lucy.

A fotógrafa tem uma namorada alemã, Greta, interpretada pela incrível Patricia Clarkson (A Espera de um Milagre, Amizade Colorida, Vicky Cristina Barcelona, Dogville), com quem divide a vida e a dependência de drogas. Lucy tem uma visão fantástica quando se trata de fotografias e arte, o que seduz Syd. As personagens se envolvem entre amor, sensualidade, profissão e dependência em uma história inebriadora.

O filme teve 14 indicações em festivais de cinema e levou 8 prêmios, entre eles o de excelente filme no prêmio GLAAD Media Award (The Gay & Lesbian Alliance Against Defamation).

A vantagem desse filme: tem direto no youtube aqui! (espero não levar uma notificação dessa vez.. rs)

E atenção meninas, para quem não conseguir assistir no youtube os beijinhos de hoje estão especiais..

Espero que gostem!

Beajs

Corra Lola, Corra.. Versão Les..

16 ago

Inhaê!!!!!

Depois de um longo inverno… rs..

Brincadeira, só tava muito sem tempo e inspiração para escrever aqui no blog. Mil desculpas, meninas.

O filme de hoje é uma comédia. Não dá para esperar lá grandes coisas, mas de maneira geral é bom pra passar o tempo.

O filme é de 2009 e conta a história de Lola, como bem diz o título. Lola é uma fotógrafa talentosa, mas extremamente distraída e atrapalhada. Por ser atrapalhada, Lola não consegue ter sucesso em seu trabalho e em sua vida amorosa, estando sempre a um passo de ambos. O filme mostra um dia na vida de Lola onde ela deve chegar a tempo para uma reunião crucial para o destino de sua carreira e de seu relacionamento, mas, como de costume, Lola está atrasada. Com o seu trabalho e sua namorada em risco, Lola terá três chances para fazer tudo dar certo. Correndo desesperadamente pelas ruas, ou melhor, ladeiras, de São Francisco, Lola tem um curto período de tempo para fazer as coisas funcionarem. O filme tem uma leve sensibilidade pop que mistura fotografia, animação e ainda a ação ao vivo. And Then Came Lola é uma mistura de Corra Lola, Corra e O Dia da Marmota (nossa, fui longe agora..) dadas as devidas proporções. A questão central do filme explora aquela pergunta: se você tentar, tentar de novo, vai fazer diferente? Será suficiente?

O elenco conta com as atrizes Jill Bennet, presente também em outras diversas produções lésbicas como Exes’s and Ohs, Out at the Wedding, We Have to Stop Now e In Her Line Of Fire e Cathy DeBuono, que também participa de muitas das produções junto com Jill.

O filme merece um thumbs up para a trilha sonora!

And Then Came Lola (2009)

LINKS RETIRADOS APÓS NOTIFICAÇÃO DMCA.

Espero que gostem.

Beajs

p.s.: Caso tenham alguma dificuldade para baixar o filme e as legendas clique aqui.

Eu só quero chocolate…

18 abr

 Hey Ladies!

O filme de hoje é antiguinho! Eu estava aqui organizando (tentando, na verdade) a bagunça que está o meu quarto e achei a minha “disqueteira” (me sinto MUITO velha falando isso) de DVDs. Achei lá uns DVDs que eu tinha queimado a pelo menos uns 4 anos. Entre eles, achei um DVD de um filme que chama-se Better Than Chocolate, Melhor que Chocolate (título em português).

Para quem já conhece, sabe que o filme é uma comedinha romantiquinha levezinha! Para quem ainda não conhece, vale a pena assistir. É um bom entretenimento, to say the least.

O filme é canadense de 1999 e conta a história de Maggie, uma adolescente de 19 anos que acabou de largar a faculdade de direito e tenta decidir o que fazer da vida em Vancouver. Maggie conhece Kim e elas desenvolvem um romance apaixonado. O que Maggie não contava era com a visita da bem intencionada, porém inocente, Lila, sua mãe. Lila se divorcia e decide ir morar com a filha em Vancouver. O problema é que Maggie ainda não saiu do armário e isso complica bastante a dinâmica, já que estão todos morando na mesma casa, inclusive Kim. Lila fica amiga de Judy, amiga transexual de Maggie que está prestes a passar pela última cirurgia. Maggie e Lila começam a conviver e aprender um pouco uma sobre a outra e também sobre si mesmas. Lila descobre a verdade sobre Maggie, Judy e seu diverso grupo de amigos.

A dinâmica do filme é bem interessante, rápida. O humor é um tanto quanto sarcástico. Além de temas como o “armário”, o filme aborda também a identidade sexual através da personagem Judy.

O filme conta com a participação da atriz Christina Cox (As Crônicas de Riddick) e com o ator Peter Outerbridge (Jogos Mortais IV, Nikita e Jamaica Abaixo de Zero), cujo personagem é o que dá o tom e puxa o filme para cima. Além disso, o filme ganhou no ano de seu lançamento o prêmio de Melhor Filme no Toronto Inside Out Lesbian and Gay Film and Video Festival.

 

 

É um filme leve, com um humor interessante, mas se está esperando muitas cenas de sexo, não conte com isso. O filme cumpre sua proposta e não é apelativo, apesar de abordar muito o tema sexo.

Vale a pena!

 

Espero que gostem.

 

Link para download

 

Beajs


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 135 outros seguidores